quinta-feira, 10 de agosto de 2017

ESTUDANTES E EU, UMA RELAÇÃO PARA SEMPRE


       Neste dia 11 de agosto comemoramos aqui o Dia do Estudante. Claro que o dia do estudante é todo dia, mas essa data foi escolhida para marcar a importância que tem quem faz da educação um pilar para o seu sucesso pessoal e profissional. É inegável que são os estudantes os responsáveis pela existência das escolas, pelos cursos e por todos os profissionais que neles trabalham. Nada existiria sem a figura do estudante. E não importa em que nível se está: creche, pré-escola, ensino fundamental, ensino médio, faculdade, universidade, cursinho, curso técnico, curso de aprimoramento, etc. Não importa mesmo! Estudante é sempre estudante. Eles quem são a engrenagem que move o mundo, afinal todos aqueles que têm uma profissão formal (e até mesmo informal) já foi estudante um dia.
           Pessoalmente sempre tive uma ligação muito forte com os estudantes. Com eles, e por eles, vivi as melhores experiências da minha vida, quer tenha sido na vida profissional (como professor) ou mesmo em outros contextos.
     As minhas experiências pessoais com estudantes em Cuité (Colégio Millenium), em Natal (Escola João Tibúrcio e Colégio Criativo), em Picuí (Escola Macário Zulmiro), em Rio do Fogo (Escola Ana Fagundes) e aqui em Jaçanã (EMACC e Terezinha Carolino), nos meus 23 anos de docência, transformaram a minha vida de uma maneira absolutamente ímpar. Sem dúvidas, junto deles eu vivi os melhores anos da minha vida, afinal sempre tive uma excelente relação com os meus alunos e os quero sempre por perto.
    Vez por outra tenho a grata surpresa de me reencontrar com ex-alunos que não vejo há anos e eles me reconhecem e comentam comigo daquela saudável relação que tínhamos como professor e aluno e o quanto aquela forma de percebê-los como “estudantes” os impulsionou e transformou suas vidas. Fico sempre muito feliz!
         Hoje na gestão do município, sinto muita falta da minha relação com os estudantes; do convívio diário, de partilhar dos seus sonhos, de lhes repassar valores, de ajudar na sua construção humana, de fazer parte de suas vivências pessoais de uma forma tão próxima.
      Não nego que sempre tive uma inclinação maior pelos estudantes concluintes. Não que eu menosprezasse os demais, mas é que os de outras séries eu tinha a certeza de que conviveria com eles novamente no ano seguinte. Já os concluintes, não. Me angustiava saber que aquele era o último ano que estaríamos juntos para partilhar a magia da sala de aula e seus mistérios. E eu sempre dizia para eles: “Se aproveitem, se curtam, se abracem e celebrem tudo, pois em breve vocês não estarão mais aqui juntos e provavelmente nunca mais se reencontrarão. Nunca nada mais vai ser como nesse tempo. Por mais que vocês queiram, por mais que vocês marquem algo fora daqui, nada será igual como agora”. E eles se aperreavam e me pediam para não falar aquelas coisas. Mas era verdade. Com todos os concluintes é assim!
          Nessa minha trajetória docente tive tantas turmas maravilhosas, tantos estudantes incríveis. Foram 23 anos dentro de uma escola, amando e me dedicando ao convívio com os mais diferentes tipos de estudantes. Eles sempre foram como filhos para mim. Sei que para alguns eu fui inesquecível, para outros fui uma peste; outros já não lembram mais de mim; alguns foram apenas alunos, com outros estreitei grandes laços de amizade. E sempre que nos encontramos é aquela festa: abraços saudados, lembranças gostosas e conversas sobre os bons tempos vividos. (Eis a grande magia da profissão que escolhi).
          Estou passando uma chuva na gestão do município, mas sei que um dia voltarei ao meu convívio direto com os meus queridos estudantes. Mesmo fora da sala de aula, nada me impede que cuide deles, que me importe com eles, que contribua para o seu sucesso e vibre com a conquista de cada um.
          Não tenho dúvidas de que se estou na gestão agora devo isso à força dos estudantes jaçanaenses. Sem dúvidas foram eles que capitanearam a minha campanha e junto com seus pais e amigos me confiaram a gestão desse município.
          Vez por outra sou muito criticado e escuto insultos do tipo: “Sua gestão só tem moleque. Devia ter dado emprego a um pai de família”. Às vezes quando faço reunião com o meu pessoal, olho em volta e realmente percebo que 90% das pessoas que foram contratadas por mim para assumir cargos em comissão são ex-alunos meus e que realmente são muito jovens. E graças a Deus que são estudantes que passaram por mim, os quais eu conheço bem, com os quais eu convivi anos e anos e por isso conheço como ninguém suas potencialidades, suas capacidades, suas competências e suas índoles. São estudantes que aproveitaram a oportunidade que a vida lhes deu e estudaram e se especializaram, e se qualificaram, e se capacitaram e hoje podem assumir um cargo por capacidade técnica e não meramente por um empurrãozinho político.
          Tenho realmente muito orgulho dos estudantes que passaram por mim e sobretudo desses que hoje estão do meu lado contribuindo com a força do seu trabalho para o crescimento da nossa comunidade. Tenho orgulho de ter oportunizado a esses estudantes um lugar ao sol, um lugar na gestão municipal que eles jamais teriam se assim não fosse. Provavelmente a grande maioria deles jamais teria a oportunidade de colocar seus conhecimentos em prática, uma vez que é muito comum que esses cargos de comissão sejam sempre ocupados pelos parentes dos políticos.
          É evidente que há outras dezenas de estudantes que não tiveram a mesma oportunidade, infelizmente porque não há espaço para absorver todo mundo. A esses eu desejo toda a sorte do mundo e sei que a vida lhes dará a devida recompensa pelos seus tantos esforços. São igualmente amados e inesquecíveis.
          Amo todos os estudantes que passaram por mim. Todos com os quais eu tive o prazer de conviver, todos os quais eu pude tocar com a luz dos meus conhecimentos e pela minha paixão por educar. Nossa relação foi sempre uma troca e certamente aprendi muito mais do que ensinei.
          Por isso, estudantes de todas as turmas, de todos os anos e de todas as escolas em que trabalhei, recebam a minha sincera homenagem e os meus parabéns pelo dia de vocês. Sejam enormemente felizes!
              Feliz Dia do Estudante!

3 comentários:

  1. Meus sinceros parabéns ao nosso exímio escritor-gestor👏🏻👏🏻👏🏻Sou grata pela oportunidade de aprender todos os dias contigo😭😭😭

    ResponderExcluir
  2. Texto lindo! É por essas, e outras razões,
    que tenho uma enorme admiração por Oton.

    ResponderExcluir
  3. Sim, amo você mais realmente é uma peste!(rs) sempre lembro que vc dizia. Eu pego no seu pé porque sei o quanto tem capacidade! FORAM três anos estudado com vc, e toda vez que falava sempre lembrava da melhor professora do mundo . Tia Carmelita. A herança de ensinar vem dela né? Obrigado por todos os puxões de orelhas !

    ResponderExcluir