terça-feira, 2 de janeiro de 2018

PRESTAÇÃO DE CONTAS DA FESTA DO CAJU 2017

           Passadas as polêmicas em relação à realização da Festa do Caju 2017, é chegada a hora de prestarmos contas a comunidade jaçanaense sobre as receitas e despesas que tivemos com a realização do evento.
          Como já é do conhecimento de todos, a Festa do Caju 2017 foi terceirizada e a vencedora da livre concorrência para realizar o evento foi a empresa Vocalize – representada em nosso cidade pela Gegê Produções. Pelo direito de usar a marca Festa do Caju e de realizar o evento, a empresa pagaria um total de R$ 20 mil. Este valor seria pago como recolhimento de ISS e teria que ser realizado até o dia de domingo, 17/12.
          Infelizmente, até o término do evento, as empresas não cumpriram o que foi acordado, dando assim calote na Prefeitura e não pagando o R$ 20 mil que havia sido estabelecido no contrato firmado. As empresas também não nos remeteram planilhas de receitas e de despesas que tiveram com a realização do evento e, por isso, não temos como precisar sobre o quanto os organizadores investiram e/ou arrecadaram com a realização da Festa. Pelo descumprimento do que foi acordado em contato, uma ação judicial já foi impretada contra os responsáveis.
          Na noite de abertura da Festa, na qual aconteceu a escolha da Rainha do Caju 2017, a Secretaria Municipal de Turismo e Cultural resolveu solicitar que as pessoas levassem um quilo de alimento não perecível como forma de ingresso na Praça de Eventos. Os alimentos arrecadados foram organizados em cestas básicas (um total de 52) que posteriormente foram doadas a famílias carentes na comunidade do Rangel e também famílias urbanas atendidas pelo CRAS.
          Segue abaixo uma planilha com as receitas e despesas contraídas pela realização da Festa do Caju 2017, como forma de ser transparente e de prestar contas a nossa comunidade.

PRESTAÇÃO DE CONTAS - FESTA DO CAJU 2017

RECEITAS

ARRECADAÇÃO
VALOR
Pagamento de ISS acordado com a Vocalize
0,00
Arrecadação com o aluguel de espaços para os barraqueiros
675,00
Patrocínio doado pelo Banco do Bradesco
8.000,00
VALOR TOTAL DAS RECEITAS
8.675,00

              Ainda quando estávamos angariando recursos para a realização da Festa de 2017, o Banco Bradesco acenou que entraria com alguma ajuda. O processo ficou em tramitação e só após a realização da Festa é que o patrocínio veio, num valor de R$ 8 mil reais.

 DESPESAS

ITEM
FORNECEDDOR
OBJETIVO
VALOR
Sacolas plásticas
Loja de Sinderley
Construir cestas básicas para doações
60,00
07 latas de cal virgem
Neto M. Construção
Pintar meio-feios das ruas
98,00
Bisnagas e tintas
SVS M. Construção
Pintar painéis para a Festa do Caju
23,20
Cordas
SVS  M. Construção
Organizar o trânsito na área do evento
55,00
Lâmpadas
Mercadinho do Japonês
Fazer gambiarras para a Feira de Arte
93,75
Estrutura em ferro
Binho Ferragens
Decorar a Praça de eventos (postes)
800,00
Folhas de metalon
Ponto dos Botões
Confeccionar folhas verdes 
25,85
Arame
Ponto dos Botões
Fixar folhas nos galhos (postes)
45,00
Tecido para painel
Ponto dos Botões
Fazer painel para entrada do evento
24,00
Cola sintética
Ponto dos Botões
Fazer adereços decorativos
25,85
Faixa bordada
Alexandre Gráfica
Fazer faixa para a Rainha do Caju
30,00
Tecido para faixa
Alexandre Gráfica
Fazer faixa para a Rainha do Caju
24,00
Bodies (maiôs)
Aury Penha
Vestir candidatas a Rainha do Caju
100,00
Mesas e cadeiras
Zé Baba
Organizar mesa de jurados 
50,00
Iluminação
Adelânio
Iluminar o palco da festa (1ª noite)
350,00
Mesas e cadeiras
Zé Baba
Organizar a Feira de Artesanato
450,00
Aluguel de som
Binho Som
Organizar o Palco Cultural
500,00
Iluminação
Binho Som
Organizar o Palco Cultural
300,00
TOTAL GERAL DE DESPESAS PAGAS
3.227,29

SALDOS

Saldo restante após pagamento das dívidas
5.447,71

OBSERVAÇÃO:

               Com o saldo de R$ 5.447, 71 realizamos a queima de fogos no réveillon (R$ 4.000,00) e os R$ 1.447,71 restantes serão utilizados para a aquisição de material e mão de obra para as obras de reforma da Prefeitura Municipal.

Um comentário:

  1. Eu como munícipe entendo que a transparência é fundamental na administração pública além da criatividade da gestão em gerar recursos e saber utiliza-lo.portanto na minha avaliação está tudo correto.

    ResponderExcluir